Seguidores da Poesia

Uma pessoa deveria, pelo menos todos os dias, ouvir uma pequena canção, ler um bom poema, ver uma bela imagem e, se possível, dizer umas poucas palavras sensatas. (Goethe)

sábado, 26 de dezembro de 2009

Das coisas que eu gosto



Gosto dos dias chuvosos, nublados, eles me fazem sonhar.
Gosto da vida mais tímida, da vida com mais sortilégios.
Gosto quando o sol brilha depois de uma chuva. Dos pingos da chuva que brilham como gotas de cristal, nas folhas, nas flores e nas vidraças das janelas fechadas.
Gosto de fazer as coisas fora do óbvio. Gosto de usar minha criatividade fora de datas óbvias.
Não quero me limitar a viver apenas do que faz sentido.
Gosto de prazeres simples. De andar descalça, de arvoredos, de banhos de chuva, das águas dos rios, de canteiros floridos, de andar a toa, de chocolate, de ler poesias.
Gosto de namorar... um namorinho gostoso entre goles de vinho.
Gosto do amor alegre, mesmo o amor que não deu certo, do amor que termina.
Gosto da música, mágica e poderosa. Ela é o veículo mais delicado e sutil para a manifestação das nossas emoções.
Gosto do tempo, que não espera por ninguém.
Tempo para o amor, para os amigos, para o trabalho, para acertos e desacertos.
E saber que sempre haverá tempo para centenas de indecisões

Estela (Eu)

5 comentários:

  1. Que gostos maravilhosos, Estela! Sempre me encanto com todas as suas manifestações. São singelas, puras e lindas.
    Beijoss, querida.
    Renata

    ResponderExcluir
  2. Que lindo!
    Que linda!
    Feliz 2010, amiga!!!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Estela!

    Muito obrigado, pelo comentário ao meu poema no blog da Jacque.

    Adorei este teu poema!

    Um beijinho grande

    Gil

    ResponderExcluir
  4. Aproveito para recomendar o blog: www.seteramos.blogspot.com lá você encontra um excelente texto em homenagem a Grabriela Mistral. Vale a pena ler.

    ResponderExcluir